20
Qui, Jun
Portuguese English French Spanish

Destaques

Grid List

Patrocinadores

Outros destaques

Grid List

Banner quadrado - I
Banner Quadrado - II
Banner Quadrado - III
Banner Quadrado - IV
Banner quadrado 9
banner quadrado 10
Banner quadrado 13
Banner quadrado 11

Ferramentas

O Dia Nacional do Turismo é comemorado anualmente em 08 de maio.
A data tem a finalidade de promover e homenagear a prática do turismo entre os brasileiros, conscientizando a população das diversas belezas naturais e culturais que formam o Brasil.
Este dia ainda lembra a importância de conhecer e respeitar as leis de cada nação e cultura antes de viajar como turista. De acordo com a OMT - Organização Mundial do Turismo, a viagem é caracterizada como turística quando um ou mais indivíduos viajam para fora de seu ambiente residencial entre um período de 24 horas a 120 dias, sem exercer qualquer tipo de atividade profissional.Bondinho do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro
O bondinho do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, é uma das principais atrações turísticas do Brasil
Os brasileiros ainda comemoram o Dia Mundial do Turismo, em 27 de setembro, que incentiva a pratica do turismo internacional, com o intuito de fazer as pessoas conhecerem novos lugares, culturas e sociedades.
Oficialmente, o Dia Nacional do Turista passou a ser comemorado em 08 de maio através da Lei nº 12.625, de 9 de maio de 2012, sancionada pela presidente Dilma Rousseff. Até então havia muita confusão, pois várias pessoas acreditavam que esta data era celebrada em 2 de março.
A escolha desta data para celebrar o Dia Nacional do Turismo é uma homenagem ao pedido que o Estado do Paraná fez em 8 de maio de 1916 para que as terras próximas às Cataratas do Iguaçu fossem desapropriadas, com o intuito de transformar a área numa zona pública para turismo.
Este pedido somente foi acatado em 28 de julho do mesmo ano, através do Decreto Estadual nº 653/1916. Assim, foi criado o famoso Parque Nacional do Iguaçu, conhecido por receber em média 1,5 milhões de visitantes por ano.
A Direção do Jornal da Canastra, através da jornalista Nancy Gonçalves Dias, em comemoração aos seus 19 Anos de existência cria um“Projeto de Ações” para incentivar e resgatar o Turismo de Bambuí, juntamente com os Municípios vizinhos
Criei então, o “Projeto de Ações” para incentivar e resgatar o turismo em Bambuí e cidades vizinhas que têm pontos turísticos lindos e atraentes!
Bambuí,Tapiraí, Medeiros, Córrego D´anta, Campos Altos ,São Roque de Minas, São José do Barreiro, São João Batista da Glória e Araxá contam com recursos naturais belíssimos e atrações que vão desde turismo religioso, rural, festas típicas, passando por características físicas com formações como cachoeiras e atrações proporcionadas por lindos rios,que precisam de incentivos para melhorar o turismo de cada região!
Bambuí se localiza no centro-oeste mineiro, próximo à Serra da Canastra, onde nasce o Rio São Francisco. Estar próximo à Serra da Canastra já diz tudo!
Os acessos rodoviários a Bambuí e regiões se dão por meio das rodovias MG-050, BR-354 e BR-262. Temos uma malha rodoviária excelente que contribui muito ao nosso turismo!
Bambuí é reconhecida internacionalmente pelo fato de terem se desenvolvido na cidade estudos que aprofundaram o conhecimento científico da moléstia tripnossomíase americana, vulgarmente conhecida como Doença de Chagas. Esta pesquisa seria interessantíssma se soubermos aproveitá-la e oferecer para turistas e estudantes para conhecerem a pesquisa e a história da doença de Chagas. Temos o prédio que é uma referência nesta pesquisa de Estudos e Profilaxia da Moléstia de Chagas.Poderíamos aproveitar esta referência e partir para uma atração tuíistica de pesquisas.
Bambuí se destaca também pelo lindo Santuário São Sebastião, lindas igrejas e tem um calendário de eventos anual que poderá movimentar mais a economia da cidade.
Temos lindas igrejas ,e por que não incentivar mais a integração entre nossas Paróquias para incentivar o Turismo Religioso? Nossas festas religiosas precisam apenas de algumas atrações a mais e divulgações para atrair os turistas.
Tapiraí com a sua grande atração a Cachoeira das Laranjeiras é um lindo potencial turístico que deverá melhorar a estrutura local para atender os visitantes
Medeiros, entraria com o seu Turismo Rural, Festa do Queijo Canastra,Congado etc.
Em Campos Altos, o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, situado a mais de 1200 metros de altitude, é um dos maiores focos do turismo religioso em toda região!
Em Córrego Danta suas Festas Congado e Santo Reis é o maior foco de turismo Religioso.
São Roque de Minas e São João Batista do Glória, com um rico patrimônio natural, a região guarda desafios aos praticantes do Ecoturismo. Paisagem de serras e vales, cachoeiras, paredões de pedra prontos para serem escalados, pequenas matas, clima ameno e tranqüilidade para o turista.
No Parque Nacional da Serra da Canastra, o grande atrativo são as espécies de animais silvestres e a exuberante flora característica do cerrado. que abriga inúmeras nascentes, corredeiras, cachoeiras, além de lagos, grutas e cavernas que ainda escondem insondáveis segredos. É ali que está a nascente do Rio São Francisco. Riquezas como o queijo Canastra, a tradicional culinária mineira e a cachaça comple-mentam este tesouro, além da hospitalidade de seu povo.
São Roque de Minas, um dos portais de entrada para o Parque Nacional da Serra da Canastra, conhecido pela sua beleza natural, e suas inúmeras cachoeiras.
Em São José do Ba-reiro, distrito de São Roque, fica a Cachoeira Casca d`Anta, com 186 metros de queda, e moldurada em uma parede de rocha de cerda de 340 m de altura.
São João Batista do Glória, uma belíssima região, entre o Rio Grande e a Serra da Canastra. Opção para quem procura o sossego da vida do campo ou para os amantes da natureza e dos esportes de aventura.,
A cidade de Araxá, famosa pelo Grande Hotel ,pelas suas águas e as tradicionais Termas, entraria em nosso Roteiro Turistico também conhecida pelos doces e pela encantadora Dona Beja.

O importante agora é cada prefeitura trabalhar com divulgações em rádios, TV Jornais, revistas para incentivar as rotas turísticas já homologadas e trabalhar na elaboração de projetos para melhorar a infra estrutura, destas atrações!
E que haja Agências Turisticas para transportarem os turistas a estes locais!